Bioindústria lança ‘grito’ de alerta para as doenças raras

Imagem: Expresso

P-BIO

03 de outubro de 2023

A P-BIO – Associação Portuguesa de Bioindústria, que agrega um conjunto de entidades ligadas à biotecnologia e ciências da vida, publicou uma carta aberta a alertar para a importância de mobilizar a sociedade, os decisores políticos e as entidades responsáveis pelo sector da saúde para os problemas que afetam as pessoas diagnosticadas com doenças raras. “Embora as doenças raras se constituam como um problema de saúde com baixa incidência, têm um grande impacto na vida das pessoas portadoras, nos seus familiares e respetivo contexto social, especialmente quando sofrem de doenças mais graves, incapacitantes ou difíceis de controlar”, salienta a organização. “Falta maior fluidez na aprovação dos ensaios clínicos”, diz ainda ao Expresso o coordenador do grupo de trabalho da P-BIO para as doenças raras, Joaquim Marques.

Leia a entrevista completa do Joaquim Marques no Expresso.

Partilhe este artigo