Apresentação

O SETOR DA BIOTECNOLOGIA

A Biotecnologia moderna e as suas aplicações geram quase 2% do valor acrescentado bruto da UE, comparável aos setores industriais de maior relevo, sendo um setor altamente inovador, em franca expansão a nível mundial e que assumirá cada vez mais um papel preponderante nas economias industrializadas, bem como na saúde e bem-estar de todas as populações.

A Biotecnologia pode ser definida como a aplicação de ciência e tecnologia aos organismos vivos, bem como às suas partes, aos seus produtos e modelos, para alterar materiais vivos e não vivos para a produção de conhecimento, bens e serviços, constituindo um setor económico composto por empresas cujo cerne de atividade se baseia em investigação e desenvolvimento tecnológico com vista às aplicações referidas.

Trinta anos após o seu surgimento, a biotecnologia continua em franca expansão a nível mundial e é cada vez mais um setor crucial para o progresso económico e social na maior parte dos países industrializados, bem como de várias regiões em vias de desenvolvimento. De facto, não restam hoje dúvidas que o papel transversal da Biotecnologia, ao criar e fomentar inovação em diversas indústrias-chave – da farmacêutica à ambiental, passando pela química à agroalimentar – é um importante fator de diferenciação e competitividade das economias e das sociedades. A biotecnologia cria emprego especializado, fomenta a formação avançada, facilita o investimento estrangeiro em áreas na vanguarda do conhecimento, e dá origem a produtos e serviços de altíssimo valor acrescentado.

Torne-se associado da p-bio
Preencha este formulário e envie por email para
info@p-bio.org